quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Em busca do novo amor – Manual Prático

Por André Caixeta Colen

Depois daquela imensa entre-safra, você, caro amigo (a), “resolve” que chegou a hora de encontrar um novo amor. Contudo, você é uma pessoa esperta, vivida e sabe que esta coisa de sair à caça de amores só dá numa coisa: M.E.R.D.A., também conhecido como Muito Estresse Resultante De Azar!

O que você provavelmente, que está há muito tempo fora do “mercado”, não sabe é que hoje acontece um fenômeno muito comum nas demais searas dos relacionamentos humanos que é a falta de paciência e a necessidade de velocidade em tudo que acontece. O relacionamento agora tem de ser just in time, não admitindo-se atrasos, imprevistos, desencontros, expectativas e outras coisas mais que nos relacionamentos lá de mil novecentos e guaraná com rolha existia.

Costumo dizer que o amor de hoje é um fast food de sentimentos. Você entra em uma das lojas da rede “Amor para viagem”, escolhe o material (ele ou ela), escolhe todos os acompanhamentos (leia-se sentimentos), coloca tudo numa bandeja, senta-se sozinho (você não precisa do outro, o outro é só um detalhe) e num período de no máximo um ano deverá ter sentindo todas as nuances, maravilhas, desgastes, delícias e agruras que um relacionamento proporciona.

Putz! Que meleca é isso!? Como assim!? Relacionamento de verdade está mais para um jantar, com direito a hors-d'oeuvre (leia-se antepasto), sopa, entrée, prato principal, queijos, sobremesa e por fim o café, licores e cognac. É algo que demanda tempo, que não se precisa de pressa, onde se saboreia cada nuance em seu devido tempo. Um relacionamento de verdade é como jantar: elegante; gostoso; sem pressa; respeitoso; saciante; e que sempre deixa uma vontade de quero mais.

Portanto, como se vê amigo (a) a coisa está complicada. Você mal conhece a pessoa e ela já está exigindo posturas, cobranças, intimidades como se você já estivesse com ela há pelo menos uns cinco anos. Daí você se apressa os sentimentos para dar conta do recado e acaba cansando, cansa-se rapidamente do relacionamento, pois tudo que era para ser vivido com tranqüilidade foi sorvido de uma só vez pelo fast food sentimental.

Outro equívoco que ele e elas sempre cometem é procurar o príncipe e a princesa. SAIAM DESSA.

Moças, por favor, procurem os lobos-maus, eles a ouvem melhor, a vêem melhor e ainda a comem. O lobo-mau não quer você só porque tem um rostinho bonito. Ele a quer porque você o faz sentir-se bem e dividir algo bom e significativo.

Não vou mentir, quase sempre o lobo-mau não é muito bonito, aliás ele foge aos padrões entabulados pela moda. Contudo ele é um home de verdade, que procura a verdadeira essência da mulher. Ele, lobo-mau, não se interessa só num rostinho bonito e um corpo gostoso. O lobo-mau quer mais, pois o que ele mais quer comer (além de você, é claro!!!) é a sua essência, aquilo que a faz especial aos seus grandes olhos gulosos.

O lobo-mau não fica com cobranças absurdas, com crises de ciúmes, ele é seguro de si e sabe que quando há respeito, compreensão, tesão e amor não há necessidade de ciúmes ou chiliques sentimentalóides.

O lobo-mau não se importa que você saia com familiares, as amigas, amigos. Ele inclusive acha isso bom, pois todos nós precisamos de um tempo só para nós e nossos amigos e familiares.

O principal disso tudo é o fato do lobo-mau ser bem resolvido e não precisar de uma mulher para ser feliz. Ele precisa de uma mulher para dividir sua felicidade. Ele é um ser completo e não precisa de alguém para completá-lo.

Parem!!! EU DISSE PAREM com esta idéia absurda e mal concebida, passada a vocês, sobre príncipe encantado.

O Príncipe Encantado é um emo, disfarçado de homenzinho, que fica com um cabelinho à Justin Bieber e que chora quando uma pena do rabo de um passarinho cai, ou quando uma vaca arrota porque a camada de ozônio está sendo destruída.

Em suma, é um veadinho babaca, sem o que fazer da vida e que possivelmente é mais fresco que você.

O Príncipe Encantado é babaquinha que não sabe sentar com você numa mesa, ou conviver com sua família, pois ele está muito mais interessado em saber como está a franja dele às vistas das demais pessoas.

Outra, o tal Príncipe Encantado, não conversa com ninguém além de você, pois diz que é tímido. ACORDEM SENHORITAS. Este filho-da-puta não é tímido, ele só não se interessa em conversar com ninguém porque é um bosta com cabeça vazia e que não sabe trocar meia dúzia de palavras que não seja: “Você é linda, eu te amo. Gosto tanto de você que tenho vontade de chorar!”

Ahhhhhhhhhhhhh!!! PUTA QUE PARIU!!! VAI SE FUDER EMOZINHO BABACA!!! VIRA HOMEM, PORRA!!!! OU ENTÃO SAI DA BOSTA DO ARMÁRIO E VAI DAR O Piiiiiiiiiiii!!!!

Por sua vez – PELO AMOR DE DEUS – Homens (coloquei em H maiúsculo, porque se refere a homens de verdade e não estes babaquinhas e meninotes que se acham homens de verdade) parem de procurar princesinhas.

Estas babaquinhas só querem uma coisa de você e não é seu amor, charme, inteligência, carinho ou capacidade de fazê-las rir. Elas só querem parasitar a sua vida.

A princesinha se acha o centro do universo, que é a última bolacha do pacote. São pistoleiras treinadas em parecerem inocentes e frágeis, necessitando de um homem que as façam sentir seguras.

PORRA NENHUMA!!! São pilantras que só querem sugar todo o sentimento de você e fazê-lo de escravo dos sentimentos!!! A Princesinha é uma VAMPIRA DISFARÇADA!!!

Parem de achar que estas mocinhas com cara de menininhas e gostosinhas são o que há, NÃO SÃO PORRA. Isto não é mulher, isto é outra coisa. Sinceramente nem sei definir o que é, mas sei que Mulher não é.

Estas ditas princesinhas são dependentes de você para tudo, pois, como dito, são parasitárias. São mimadas, aborrecidas, carentes até o último fio de cabelo, não sabem conversar com ninguém além das amiguinhas (sim, elas andam em bando) e você.

Outra, a princesinha tem uma necessidade abissal de ligar para você todos os dias, ao menos cinco vezes ao dia para saber coisas triviais, tais como: se tomou café, se almoçou, o que almoçou, se está pensando nela, se cagou, se mijou, se peidou, se está pensando nela (repetição proposital), se vai vê-la hoje, se está sentindo a falta dela. ENFIM, PARA FICAR ENCHENDO O RAIO DO SACO!!!

Caso coloque uma princesinha no meio de sua família ou amigos, ela simplesmente se cala, não se socializa e fica fazendo caras e bocas até que você seja forçado a ir embora e fatalmente o afastará de familiares e amigos.

Prove que você é um home de verdade, que tem colhão no meio destas pernas e procure se relacionar com a Bruxa.

Sim!!! Você não leu errado!!!

PROCURE A BRUXA!!!

Esta sim é uma mulher interessante.

Veja bem, uma bruxa tem vida própria, não precisa de homem para deixá-la feliz, ela é inteligente (afinal tem de se virar sozinha), tem condução própria (vassoura) e não precisa que você faça serviço de van para ir aos lugares aonde venham a se encontrar, ela tem uma vida própria, sabe interagir em todos os ambientes (nem que seja por meio de poções mágicas – leia-se o encanto natural da bruxa).

A bruxa possivelmente encantará seus familiares e amigos com suas conversas interessantes, engraçadas, afinal a bruxa é vivida e não precisa estar entre outras bruxas para saber se dar bem em situações, digamos, mais complicadas.

Possivelmente a bruxa acabe fazendo mais sucesso entre familiares e amigos do que você. Todavia, caso você seja um homem de verdade, ao invés de achar ruim, vai gostar, pois sabe que não precisa ficar paparicando o tempo todo (como no caso da princesinha).

Outra grande vantagem da Bruxa. O fato de ela ter profissão (afinal é bruxa) não há deixa com tempo e nem saco para ficar ligando para você todo dia. Outra, mesmo que tivesse tempo e saco, ela não precisa disso, pois sabe que o sentimento que há entre vocês não carece de uma presença física ou telefônica TODO O SANTO DIA.

Caso você ligue, ela vai achar bom. Entretanto, caso não ligue, ela não vai se martirizar e ligar para você 452485 vezes (o número de vezes foi levantado por estatísticas realizadas pelo Instituto Data Foda-se) para saber o que está acontecendo. Ela não precisa disso para saber que você gosta dela.

Uma bruxa também aprecia um relacionamento no estilo jantar completo, pois sabe que só assim se é capaz de realmente conhecer o outro e dividir algo sincero e bom.

Portanto, caros leitores (as), na volta ao mercado procurem o lobo-mau e a bruxa e adotem jantares ao invés de fast food sentimentais.

6 comentários:

  1. Tôfinha (vulgo Tôtô a Bruxa..rs)29 de setembro de 2010 16:20

    Adorei André..

    Olha.. Quanto a duvida "..Sinceramente nem sei definir o que é, mas sei que Mulher não é.."
    Achei que saberia responder, maaaas me deparei com o significado de Bruxa e conclui:
    ACHAVA QUE ERA MULHER, MAS ACHO QUE SOU BRUXA..kkkk (modesta ainda..)
    E o pior é que no meio do meu momento Bruxa, descobri que não preencho um dos requisitos:
    PROFISSÃO (fiz um curso pra isso, mas ainda não rolou..rSrSrS)

    Muito bom...

    ResponderExcluir
  2. Oie Dé,
    O texto é bom, mas acho que o termo "bruxa" é pesado. Afinal, bruxas sao horrorosas e sao FALSAS. Pq falsas? Pq usam de suas magias pra passar uma imagem falsa do que realmente são, conquistam por uma imagem "mentirosa"... Rs...
    Pelo menos a maioria das mulheres nao querem ser seres tao feios e falsos.... rs... Todas nós temos algo que nos torna belas e desejaveis (tanto externo qt interno), e as bruxas nao tem nada..rs..
    Quanto a princesas e principes, eles nao existem. São seres so do conto de fadas mesmo, por isso nao precisamos procurar por eles..rs
    Devemos é aprender a conhecer as pessoas pelo que sao de verdade, e so o tempo te mostra isso! O tempo e a Paciencia são seus aliados (jantar). Nisso eu concordo com vc!
    Bom sobre o TODO SANTO DIA, discordo num ponto. Realmente é um saco uma pessoa te ligar
    1000 vezes por dia, mas 1 ligação ao final do dia, de 2 min, so pra saber se vc ta bem É ESSENCIAL, pois vai que vc adoeceu ne? Sera que o outro nao se importa em saber se seu dia foi legal e se vc ta bem de saude!
    Bom é isso... rsss...
    Bjos;
    Aninha

    ResponderExcluir
  3. Pois é meu amigo de desabafos "fenomenais" em que eu me recuso terminantemente a contar qualquer coisa (boas risadas!!!!!) sabe que eu penso? todos somos um pouco de tudo... Principes, princesas, lobos e bruxas... A gente vai aprendendo a dosar de acordo com a maturidade e com caráter (se bem que esse tem sido difícil de encontrar... isso é fato). Acho que temos que apostar que queremos e tb fazemos escolhas... algumas mais certas outras nem tanto... tenho acreditado, na verdade, nas amizades... dessas que são descomprometidas e que do nada falam com a genaí meu número de te: "anota cel para me ligar quando for fazer alguma merda"... lembra????

    Imenso bj

    ResponderExcluir
  4. (consertando a frase final...)

    ...dessas que são descomprometidas e que do nada falam com a gente: "anota aí o número do meu cel para me ligar quando for fazer alguma merda"... lembra????

    outro bj

    ResponderExcluir
  5. André!
    Muito bom o texto!
    Legal, mesmooo!
    "é 8 ou 80"! rsrsr
    Mas como a moça aí disse... Acho que somos uma mistura desses dois pólos antagônicos...
    Lembra-se do "Ying e Yang"?!
    Pois é... Acho que cada um deve buscar o equilíbrio...
    Homens lobos maus são bons...rs ^.^
    Mas talvez homens que tenham uma certa 'delicadeza', às vzs é importante p nos entender...
    Acho que escolher um estereótipo não seria a questão...
    Mas o meio termo... Que sabe... rsrs

    bjoo!

    ResponderExcluir